“Fiquei olhando, também, através da janela, para o horizonte de um azul tão pálido que se tornava difícil distinguir a linha divisória. E eu pensei: enquanto existir isso, enquanto eu estiver viva e puder contemplar este sol e este céu sem nuvens, enquanto isto existir, não poderei ser infeliz.”
- O Diário de Anne Frank (via intercalado)

“Encontraram-se no centro do vestíbulo, sob o lustre.
Abraçando-o, ela murmurou:
_ Senti tanto sua falta!
_ Eu também de você.
_ Mesmo que a gente brigue muito?
_ Isso acontece porque eu estou tão louco por você que não consigo ver as coisas com clareza. - Rouçou os lábios dela com um beijo. - Amor, se algum de nós dois se esquecer do passado, não serei eu.”
- Jacqueline Briskin (via pouze-dnes)